Dez dicas para usar a Internet de forma segura e evitar hackers

Saiba como proteger seu PC e suas informações pessoais com as dicas da lista

 

A Internet está repleta de perigos que podem colocar a sua privacidade em risco. E-mails de spam, links suspeitos e golpes bancários estão entre os mais comuns da lista, e é preciso saber se proteger deles para não ter seus dados roubados ou vendidos no mercado negro como forma de lucro para cibercriminosos. Por isso, o TechTudo reuniu 10 dicas para usar a Internet de forma segura e evitar hackers. Mitos e verdades sobre senhas: descubra se você está protegido.

 

1. Crie senhas fortes

Na hora de criar uma senha, evite palavras curtas e números muito simples, como o seu nome e sobrenome, placa do carro ou datas de aniversário, pois são combinações fáceis de serem hackeadas. Use letras maiúsculas e minúsculas, números e símbolos para montar uma senha forte, mais elaborada, e com elementos que dificultem a descoberta.

 

 

Veja 10 dicas para usar a Internet de forma segura e evitar hackers (Foto: Pond5)

 

2. Use um gerenciador de senhas

Os gerenciadores de senha são programas para auxiliar quem tem dificuldade em guardar ou lembrar suas palavras-chave. Além de ajudar o usuário a montar uma senha forte, os aplicativos oferecem segurança, agilidade e praticidade, pois armazenam suas credenciais de login para serem usadas em diversos dispositivos, seja no computador ou no celular.

 

3. Troque as senhas com frequência

Usar a mesma senha em diversos sites pode colocar os seus dados em risco. Caso uma palavra-chave seja hackeada, criminosos vão buscar por outras contas daquele mesmo usuário. Por isso, mude suas credenciais de e-mail e redes sociais com certa frequência. Outra dica é criar variações de uma mesma senha para facilitar a troca e, principalmente, auxiliar a memorização. Use a original como base e mude apenas alguns caracteres com números, pontos etc.

 

4. Cuidado ao usar PCs compartilhados

Ainda é comum o hábito de compartilhar computadores em casa, no trabalho ou em ambientes públicos. Entretanto, a prática dobra os riscos de expor suas senhas e arquivos pessoais. Ao usar um computador compartilhado, não salve senhas em programas ou navegadores. Evite também realizar ações que peçam seus dados bancários ou documentos.

 

 

É preciso ter cuidado com redes Wi-Fi públicas (Foto: Marvin Costa/TechTudo)

 

5. Evite Wi-Fi público

Embora diversos estabelecimentos ofereçam Wi-Fi grátis para seus clientes, essas conexões não estão seguras, principalmente para realizar pagamentos ou acessar qualquer dado confidencial de contas e cartões de crédito. Dê preferência para a conexão de Internet do seu celular e compartilhe apenas com pessoas de confiança que saibam a senha.

 

6. Desative contas em sites que você não acessa mais

Os sites armazenam várias informações pessoais de seus usuários, além de e-mail e senha, principalmente aqueles com serviços de compras. É recomendado que você desative contas que não acessa mais e delete o seu perfil permanentemente. Nenhum site está totalmente seguro, por isso, é importante manter seus dados onde você possa lembrar.

 

7. Não abra e-mails suspeitos

Recebeu um e-mail estranho do seu banco? Não abra a mensagem, pois você pode estar sendo alvo de um golpe. Criminosos podem ter acesso às suas informações bancárias, senhas e números de cartão de crédito através de prática conhecida como pishing. Nestes casos, os dados do usuário são roubados por programas maliciosos, como vírus e trojan, que estão disfarçados em endereços nos e-mails de spam ou nas redes sociais.

 

 

Criminosos podem ter acesso as suas informações através de prática conhecida como pishing (Foto: Pond5)

A melhor maneira de se proteger é não abrir e-mails suspeitos. Caso a mensagem venha de um amigo, verifique se a pessoa realmente a mandou antes de clicar em qualquer link. A conta do usuário pode estar infectada com um malware que está transmitindo o e-mail.

 

8. Evite fazer o download de softwares piratas

Os programas piratas, muitas vezes, vêm de fontes desconhecidas e são alvos de vírus e golpes de criminosos na internet. Evite ao máximo fazer o download desses softwares, pois os mesmos podem roubar dados e senhas do seu computador. Isso vale também para extensões de navegador (aplicativos que adicionam funções extras aos programas). Verifique as avaliações e comentários dos usuários sobre o app antes de baixar.

 

9. Use um bloqueador de pop-ups

Além de irritantes, os pop-ups, aquelas janelinhas que abrem de surpresa no navegador, podem ser usados para espalhar malwares, golpes de pishing e ransomware. Uma maneira de se livrar deles é ativando uma função nativa dos navegadores que permite bloquear os pop-ups automaticamente. E nunca atualize programas, como o Flash Player, através dessas mensagens. Procure sites oficiais para realizar este tipo de download.

 

10. Cuidado ao clicar em links de redes sociais

Como dito anteriormente, redes sociais como o Facebook e WhatsAppsão alvos constantes de golpes. Tome cuidado com links para vídeos, lojas ou promoções, mesmo que seja conteúdo de alguém conhecido. Mande uma mensagem para confirmar se o autor da postagem realmente escreveu aquilo ou se o perfil dele está infectado por um vírus.

 

Via TechTudo